Tribunal de Évora condena 11 pessoas por tráfico de droga

O Tribunal de Évora condenou cinco homens e seis mulheres a penas de prisão que variam entre os cinco e os 10 anos, por tráfico de droga na cidade alentejana e na localidade vizinha de Montemor-o-Novo.

Segundo um comunicado divulgado na página de Internet da Procuradoria da Comarca de Évora, o coletivo de juízes que julgou o caso “considerou provado” que os 11 arguidos dedicaram-se, entre 2015 e 2018, à venda de droga, nomeadamente heroína e cocaína.

Todos os arguidos, com idades entre os 21 e os 68 anos, foram condenados pela prática do crime de tráfico de estupefacientes e três deles também por detenção da arma proibida, refere o mesmo comunicado.

Além das penas de prisão aplicadas, o tribunal declarou ainda perdidos a favor do Estado vários objetos, como armas, munições, telemóveis, televisores, máquinas fotográficas, computadores, dinheiro e dez automóveis, num valor total que ascende a cerca de 144 mil euros.

A investigação foi efetuada no âmbito de um inquérito que correu termos no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, tendo o Ministério Público sido coadjuvado pela PSP de Évora.