Pulseira eletrónica por violência doméstica em Campo Maior

A GNR anunciou que deteve um homem de 26 anos pelo crime de violência doméstica, cuja vítima é a ex-companheira de 43 anos, em Campo Maior.

O Comando Territorial de Portalegre da GNR explica, em comunicado, que a detenção ocorreu na terça-feira, no âmbito de uma diligência de inquérito, tendo o suspeito sido interrogado e, após ter terminado essa diligência, saiu do posto e dirigiu-se ao local de trabalho da vítima, no sentido de a confrontar com a existência do processo.

“Os militares da guarda, apercebendo-se das intenções do homem, deslocaram-se de imediato para o local de trabalho da vítima, onde já se encontrava o suspeito, que, ao ser abordado, disse que estava ali para matar a ex-companheira”, lê-se no documento.

Após ter sido dada ordem pela GNR para abandonar o local, que foi recusada, o homem foi detido pelos militares. O detido foi presente ao Tribunal de Elvas, tendo sido aplicadas as medidas de coação de afastamento da vítima e aplicação de pulseira eletrónica.