PSP continua atendimento não permanente no distrito de Beja

A PSP vai continuar a prestar este ano atendimento não permanente nos 11 concelhos do Baixo Alentejo onde não tem estruturas fixas, depois da “grande afluência registada” no primeiro ano do serviço.

O atendimento começou a ser prestado em outubro de 2018 graças a uma parceria entre o Comando Distrital de Beja da PSP e a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL).

Segundo a CIMBAL, “considerando a importância deste serviço de proximidade junto dos cidadãos e a grande afluência registada” no primeiro ano, as duas entidades vão “proporcionar condições para a sua continuidade” ao longo deste ano.

Durante o primeiro ano do serviço, que é prestado através de Balcões de Atendimento não Permanente, que têm funcionado em instalações das autarquias, a PSP fez 440 atendimentos a cidadãos e recebeu 178 armas entregues a favor do Estado, indica a CIMBAL.

Nos balcões, os cidadãos, “evitando longas deslocações”, podem tratar de vários assuntos, como regularização de documentação relativa a armas de fogo para caça ou defesa pessoal, entrega de armas de fogo a favor do Estado ou esclarecimento de dúvidas junto da PSP.