Prisão preventiva para suspeito de matar a tiro homem em Elvas

Um homem suspeito de ter matado outro com uma arma de fogo, em Elvas, foi detido e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, quase 10 meses após o crime.

A detenção do suspeito, de 28 anos, e a aplicação da medida de coação mais gravosa pelo Tribunal Judicial de Elvas foram divulgadas pela Polícia Judiciária (PJ).

Segundo a PJ, os factos foram cometidos na véspera de Natal do ano passado, já no final da noite, num bairro social de Elvas, quando duas famílias confraternizavam, e causaram a morte de um homem de 57 anos, tendo o suspeito do homicídio fugido para Espanha.

O suspeito foi detido por elementos da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora da PJ, com a colaboração das autoridades espanholas, no seguimento do cumprimento de um Mandado de Detenção Europeu.

Sem profissão conhecida, o homem foi presente a primeiro interrogatório judicial na terça-feira, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.