Prisão preventiva para suspeito de coautoria de tentativa de homicídio em Reguengos de Monsaraz

O Tribunal de Évora decretou a prisão preventiva de um homem suspeito de coautoria de dois crimes de tentativa de homicídio, ocorridos no dia 10 deste mês em Reguengos de Monsaraz, revelou à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, o detido, de 39 anos, é sobrinho do suspeito de ter baleado a ex-mulher e a ex-sogra e que ainda se encontra a monte.

Os crimes ocorreram no dia 10 deste mês, com alerta às 21:59, na casa da ex-mulher do suspeito, de 51 anos, onde vivia com a mãe, na pequena aldeia de Cumeada, no concelho de Reguengos de Monsaraz.

As duas mulheres, a mãe, de 73 anos, e a filha, de 54, foram atingidas com disparos de uma arma de fogo e ficaram em estado grave, tendo sido transportadas, inicialmente, para o Hospital do Espírito Santo de Évora e, mais tarde, para os hospitais de S. José e Santa Maria, em Lisboa.

A mesma fonte policial adiantou à Lusa que ambas as vítimas estão livres de perigo.

O sobrinho do suspeito foi detido, em casa, pela Polícia Judiciária (PJ) na quarta-feira e presente hoje ao Tribunal de Évora, que lhe decretou a medida de coação mais gravosa.

O suspeito de ter baleado a ex-mulher e a mãe desta continua a ser procurado pelas autoridades policiais.