Polo aeronáutico de Ponte de Sor é exemplo que interior “não está condenado” – Governo

O ministro do Planeamento apontou esta quinta-feira o polo aeronáutico criado no aeródromo de Ponte de Sor como “exemplo” de que o interior do país “não está condenado” ao despovoamento, desemprego ou a projetos de “segunda escolha”.

O ministro Nelson de Souza, que falava aos jornalistas após discursar na abertura da 3.ª cimeira aeronáutica Portugal Air Summit, em Ponte de Sor, lembrou que, “há 10 ou 15 anos” este concelho alentejano “estava a viver uma situação de ressaca do encerramento de unidades industriais” locais.

Segundo o governante, os responsáveis locais não tiveram apenas a “ambição de criar qualquer tipo de emprego” e apostaram antes em “emprego qualificado, emprego que requer competências e emprego projetado para o futuro”, o “que tem vindo a ser conseguido”.

Este “caminho” tem sido “percorrido” pelos vários autarcas do concelho, mas o ministro destacou o trabalho do atual presidente da câmara, Hugo Hilário (PS).

A 3.ª Portugal Air Summit, com o tema “Powering Human Capital”, é uma organização conjunta entre a Câmara de Ponte de Sor e a empresa The Race, decorrendo até domingo.