Obras no degradado edifício dos Paços do Concelho de Beja arrancam em janeiro

As obras de beneficiação do degradado edifício dos Paços do Concelho de Beja, com “problemas que colocam em causa a segurança” de utilizadores, arrancam em janeiro, num investimento de 664 mil euros, anunciou o município.

“São obras necessárias para beneficiar e repor as condições de segurança de um edifício que está degradado e tem vários problemas”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio.

Devido a infiltrações de água na claraboia e na cobertura, em dias de chuva, “chove dentro do edifício na zona da escadaria e já abateram partes do teto falso em duas salas do 1.º andar”, contou o autarca, frisando tratar-se de “problemas que colocam em causa a segurança dos trabalhadores e de outros utilizadores do edifício”.

Por outro lado, continuou, os sanitários do edifício estão “desadequados”, o sistema elétrico tem de ser remodelado e é preciso recuperar várias portas e janelas.

Segundo Paulo Arsénio, a montagem do estaleiro nas traseiras do edifício vai começar na segunda-feira e deverá durar cerca de 15 dias e as obras vão arrancar no início de janeiro.

As obras têm um prazo de execução previsto de dez meses, mas o município prevê que “possa ser ligeiramente superior e aponta para um ano”, disse o autarca, estimando que edifício esteja beneficiado e pronto para ser de novo utilizado no início de 2021.