Lançados concursos para projetos de obras em dois troços do IP8 no distrito de Beja

A empresa Infraestruturas de Portugal lançou dois concursos para a elaboração dos projetos de execução das obras de reabilitação e reforço das condições de circulação e segurança de dois troços do Itinerário Principal (IP) 8 no distrito de Beja.

Trata-se do troço de cerca de 15 quilómetros entre o final da Autoestrada 26 e a rotunda de acesso à Estrada Regional (ER) 2, no concelho de Ferreira do Alentejo, e do troço com 18 quilómetros entre aquela rotunda e a rotunda de São Brissos, já no concelho de Beja, precisa a empresa, em comunicado enviado hoje à agência Lusa.

Segundo a empresa, os concursos públicos já foram publicados em Diário da República e estão em fase de receção de propostas e, depois de contratadas, as elaborações dos projetos vão decorrer num prazo de 270 dias.

Os projetos preveem a construção de duas estradas alternativas ao atravessamento urbano, ou seja, variantes, uma em Figueira de Cavaleiros, no concelho de Ferreira do Alentejo, e outra em Beringel, no concelho de Beja.

O projeto relativo ao troço entre o final da Autoestrada 26 em Santa Margarida do Sado e a rotunda de acesso à ER2 junto à vila de Ferreira do Alentejo visa “a melhoria das condições de mobilidade e segurança” e prevê a beneficiação estrutural da via, incluindo as zonas das travessias urbanas, a conceção da variante em Figueira dos Cavaleiros, com um perfil de 2X2, e a criação de vias de restabelecimento desniveladas.

Já o projeto relativo ao troço entre a rotunda de acesso à ER2 e a rotunda de São Brissos visa “o reforço das condições de mobilidade e segurança” e também prevê a beneficiação estrutural da via, incluindo as zonas das travessias urbanas, a conceção da variante em Beringel, com um perfil de 2X2, e a criação de vias de restabelecimento desniveladas.

A A26, no traçado previsto para o IP8, que deveria ligar Sines e Beja, começou a ser construída em 2010, mas as obras foram suspensas em 2011, devido a dificuldades financeiras da subconcessionária da subconcessão do Baixo Alentejo.

No âmbito da renegociação do contrato da subconcessão, foram canceladas as obras de quatro lanços e foram retomadas, em 2015, as obras dos lanços Sines/Relvas Verdes, já em serviço, e Nó de Grândola Sul da A2/Santa Margarida do Sado.

Vários municípios e entidades do distrito de Beja querem que seja concluída a construção da Autoestrada 26 entre Santa Margarida e Beja, como inicialmente previsto.

Mas, como foi cancelada a construção dos lanços entre Santa Margarida do Sado e Beja, exigem, em alternativa, a requalificação do IP8, que liga Sines a Vila Verde de Ficalho, no concelho de Serpa e já na fronteira com Espanha.