Iniciada construção de novo troço ferroviário do Corredor Internacional Sul

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou o início das obras de construção do novo troço ferroviário entre Évora Norte e Freixo, que integra o futuro Corredor Internacional Sul, num investimento de 46,6 milhões de euros.

Segundo um comunicado da IP, a empreitada, cujo auto de consignação foi assinado esta terça-feira, tem um prazo de execução de 540 dias e será desenvolvida pelo consórcio que integra as empresas Fergrupo, COMSA e Constructora San Jose.

A construção do novo troço ferroviário, com uma extensão de 20,5 quilómetros, está inserida no Programa de Modernização da Rede Ferroviária Nacional “Ferrovia 2020” e envolve um investimento de 46,6 milhões de euros, refere a IP.

De acordo com a empresa pública, a obra contempla, entre outros trabalhos, a criação de nova plataforma de via férrea, a execução de uma estação técnica e a construção de 13 obras de arte correntes e seis especiais, nomeadamente pontes ferroviárias.

“A nova plataforma de via férrea e as obras de arte estarão preparadas para uma futura duplicação da via”, realça a IP.

Com o início da construção do troço entre Évora Norte e Freixo (concelho de Redondo), estão já em desenvolvimento as três empreitadas da nova Linha de Évora, o que, no seu conjunto, representa a criação de 80 quilómetros de plataforma de via férrea integralmente nova.

A nova via ferroviária fará a ligação à Linha do Leste e é constituída pelos subtroços Évora Norte/Freixo (20,5 quilómetros), Freixo/Alandroal (20,5 quilómetros) e Alandroal/Elvas – Linha do Leste (38,5 quilómetros).