Homem morre em incêndio na sua habitação em Santiago do Cacém

Um homem morreu esta quinta-feira na sequência de um incêndio na sua habitação em Deixa-o-Resto, concelho de Santiago do Cacém, tendo a Polícia Judiciária (PJ) sido chamada para investigar, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Santo André, Alberto Trigo, as chamas deflagraram numa das divisões da habitação, em Deixa-o-Resto, na freguesia de Santo André.

“O alerta foi dado às 16:10 e quando chegámos ao local foi necessário arrombar a porta e as janelas da habitação devido à grande concentração de fumo no interior. Quando conseguimos entrar procedemos ao combate das chamas e à localização de possíveis vítimas”, explicou.

O homem, com cerca de 70 anos, era a única pessoa que se encontrava na habitação, indicou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Santo André.

“O fogo ficou confinado ao quarto onde se encontrava a vítima, já sem vida, embora a habitação tenha sofrido alguns danos” devido ao fumo, acrescentou.

Segundo o comandante, a Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal foi chamada ao local para investigar as causas do incêndio.

Foram mobilizados um total de 11 operacionais, apoiados por quatro veículos dos bombeiros e GNR.