Governo pretende abrir centro de PMA no Algarve até ao final do ano

O Governo pretende abrir um centro de Procriação Medicamente Assistida (PMA) no Algarve até ao final do ano para melhorar o acesso a estes tratamentos “nesta região e na periferia”, segundo o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

O anúncio foi feito esta quarta-feira por António Lacerda Sales na Comissão de Saúde em resposta ao deputado do PCP João Dias sobre a possibilidade de alargamento dos centros públicos de PMA que neste momento existem no Porto, em Coimbra e em Lisboa.

Na audição, por videoconferência, requerida pelo PCP sobre os atrasos no acesso aos tratamentos de PMA e as medidas para os recuperar, o governante avançou que “está a ser equacionada a abertura de um novo centro na região do Algarve que poderá contribuir para melhorar o acesso nesta região e na periferia”.

“Já falei com o Senhor presidente do Conselho de Administração [do Centro Hospitalar Universitário do Algarve] sobre esta matéria”, disse, adiantando que a equipa já está constituída”.

“Queríamos ver se conseguimos até ao final do ano pôr esta equipa a trabalhar”, afirmou o governante.