Governo já recebeu documentação para novo Hospital Central do Alentejo

O grupo de trabalho responsável pela preparação do lançamento do concurso para a construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, entregou esta semana a documentação ao Governo.

Fonte oficial do Ministério da Saúde precisou que a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, cujo presidente, José Robalo, liderou o grupo de trabalho, enviou, na quarta-feira, para a tutela a “informação técnica relativa ao projeto para construção” da futura unidade hospitalar.

“Os documentos técnicos remetidos serão analisados pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) e, após conclusão desta fase, será dada a sequência prevista à concretização deste investimento”, referiu a mesma fonte, sem indicar uma data concreta para o lançamento do concurso.

No dia 11 de janeiro deste ano, o Governo apresentou o projeto de financiamento do novo Hospital Central do Alentejo, numa cerimónia que decorreu no edifício da atual unidade hospital alentejana.

A futura unidade hospital vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo, com uma área de influência de primeira linha que abrange cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

A infraestrutura contará com 11 blocos operatórios, três dos quais para atividade convencional, seis para atividade de ambulatório e dois para atividade de urgência, cinco postos de pré-operatório e 43 postos de recobro.