Covid-19: Évora e Arraiolos interditam acesso à albufeira do Divor

Os municípios de Évora e de Arraiolos decidiram proibir a circulação de pessoas na área circundante da albufeira do Divor, exceto para residentes, devido à pandemia de covid-19.

As duas câmaras municipais são as entidades responsáveis pela gestão administrativa do território abrangido pelo perímetro da albufeira do Divor, explicou a autarquia de Évora, em comunicado.

Com esta decisão conjunta das autarquias de Évora e de Arraiolos, este local, “um dos preferidos das populações dos dois concelhos para passeios ao ar livre”, vai manter-se com “acesso interdito enquanto for necessário evitar a concentração de pessoas em locais públicos”.

A única exceção é o acesso de residentes, que vai continuar a ser autorizado, esclareceu a autarquia de Évora.

A decisão tomada pelas duas câmaras municipais visa “dar cumprimento às indicações da Direção-Geral da Saúde e às medidas estipuladas para mitigar o contágio” da covid-19 entre cidadãos.

“A regra de ficar em casa, saindo apenas para as deslocações previstas na Lei tem sido, no geral, cumprida com civismo pelas populações de ambos os municípios”, disse.

Não obstante, “é importante tomar medidas preventivas que garantam a salvaguarda do interesse coletivo”, sublinhou o município.