Covid-19: Câmara de Faro vai levar bens básicos a casa com ajuda de taxistas

A Câmara de Faro vai implementar um sistema de entrega de bens de primeira necessidade a munícipes e apelou a frutarias, minimercados, supermercados ou farmácias do concelho para aderirem à iniciativa, denominada #FaroemCasa.

O sistema vai permitir “a breve trecho” a “entrega de bens alimentares não confecionados e produtos farmacêuticos” nos domicílios de munícipes para que possam manter-se confinados em casa, através de uma parceria com a cooperativa de táxis de Faro Rotaxi e a Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), precisou a Câmara algarvia.

“Este serviço insere-se num conjunto de medidas implementadas pelo município, que está a procurar trabalhar ativamente na procura de soluções que, por um lado, minimizem as dificuldades por que todos estão a passar e facilitem a permanência dos cidadãos nos seus lares, para que contribuam ativamente na contenção do foco da Covid-19, no concelho e no país”, justificou o município num comunicado.

O transporte de bens básicos para as casas das pessoas será assegurado por motoristas da Rotaxi “sem qualquer transação de dinheiro físico”, após os munícipes fazerem as suas encomendas por telefone ou internet e pagarem por transferência bancária ou pelo sistema de pagamento eletrónico MBWay.

O valor cobrado será o “correspondente aos produtos adquiridos” e a “uma taxa, predefinida de acordo com a localização da morada de entrega, para cobrir o valor da deslocação” feita pelos motoristas da cooperativa de táxis local, precisou a Câmara.