Chuva provocou 32 inundações nos distritos de Beja, Évora e Portalegre

A chuva que caiu durante a manhã desta segunda-feira nos distritos de Beja, Évora e Portalegre, no Alentejo, provocou 32 inundações em vias públicas, estradas e edifícios, disseram à agência Lusa fontes da Proteção Civil.

Segundo fontes dos comandos distritais de operações de socorro (CDOS), das 32 inundações, a maioria em vias públicas, 14 ocorreram no distrito de Évora, 12 no de Portalegre e seis no de Beja.

No distrito de Évora, 12 das 14 inundações ocorreram em vias públicas, nomeadamente nos concelhos de Évora (sete), Borba (duas), Estremoz (duas) e Vila Viçosa (uma), e as restantes duas em edifícios, sendo uma num lar de idosos e outra numa casa na cidade de Évora.

As 12 inundações no distrito de Portalegre ocorreram em vias públicas e estradas e nos concelhos de Avis, Alter do Chão, Campo Maior, Elvas, Fronteira, Niza e Portalegre.

Das seis inundações registadas no distrito de Beja, cinco ocorreram em vias públicas, nomeadamente nas cidades de Beja (três) e Serpa (uma) e na vila de Alvito (uma), e uma ocorreu no quintal de uma casa na aldeia de Salvada, concelho de Beja.

De acordo com as fontes dos CDOS, a chuva que caiu hoje durante a manhã também provocou quedas de três árvores, sendo duas no concelho de Moura, no distrito de Beja, e uma na cidade de Évora.

Também devido à chuva, caiu uma barreira lateral de terra na Estrada Municipal 1041, no concelho de Beja, sem causar qualquer acidente ou interrupção de trânsito.