Central fotovoltaica de Évora entra em funcionamento esta sexta-feira

Uma central fotovoltaica sem ajudas públicas e com um contrato de compra de energia a longo prazo entra em funcionamento esta sexta-feira em Évora, num investimento de 20 milhões de euros.

A central fotovoltaica de Vale de Moura, que ocupa uma área de 55 hectares, próximo de Évora, foi promovida pela empresa Hyperion Renewables em sociedade com o fundo de investimento francês Mirova, especializado em projetos de energias renováveis.

Segundo os promotores, o projeto surge no seguimento de um contrato pioneiro de compra de energia a 10 anos, celebrado com o grupo energético suíço Axpo, que garante a comercialização de energia até 2029.

Com uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts (MW), a nova central estará a funcionar em pleno, a partir de sexta-feira, para produzir mais de 52 gigawatts-hora de energia por ano, o equivalente ao consumo médio anual de quase 10 mil habitações.