Câmara de Almodôvar com “maior orçamento de sempre” em 2021

Foto: CM Almodôvar

A Câmara de Almodôvar aprovou para 2021 um orçamento de 21,5 milhões de euros, o “maior de sempre” na sua história e que aposta nos investimentos e na área social.

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para o próximo ano foram aprovadas na câmara municipal com os votos favoráveis dos quatro eleitos do PS e o voto contra do vereador do PSD, representando um aumento de 2,2 milhões de euros face ao orçamento de 2020.

Este é “o maior orçamento de sempre na história” da câmara e “reflete duas coisas”, afirmou à agência Lusa o presidente da autarquia alentejana, António Bota.

“Uma delas é a grande aposta que foi feita nos apoios comunitários, pois, fizemos todas as candidaturas que foram possíveis e estamos agora a receber os montantes referentes a essas candidaturas. E reflete também um aumento de apoio do Estado às câmaras municipais”, disse.

Na área do investimento, o município definiu como prioridades para o próximo ano a construção de uma creche e de um loteamento municipal na sede de concelho (obra orçada em cerca de 1,5 milhões de euros) e a criação da nova área de acolhimento empresarial na freguesia de Gomes Aires (2,5 milhões).

Nos planos da autarquia, estão também a construção de novos loteamentos para habitação jovem nas freguesias de Aldeia dos Fernandes e Rosário (investimento total de um milhão de euros) e a criação de um novo parque de estacionamento público em Almodôvar (um milhão de euros).

A área social será outra das prioridades da câmara, tendo em conta a “realidade e o contexto” criados pela situação pandémica.

“Vamos assegurar uma forte componente [orçamental] na área social, porque, mais do que nunca, as pessoas precisam que a câmara municipal dê um sinal da sua presença, numa fase tão difícil como esta”, justificou António Bota.

Segundo o autarca, a intenção é dar “um sinal de esperança através de um apoio social ainda maior do que aquele que a câmara já dá, abrangendo áreas nunca antes abrangidas”, como é o caso do “apoio ao comércio tradicional e às pessoas individualmente, para que, de uma maneira geral, tenham vontade de ir ao comércio local”.

António Bota disse ainda esperar que as medidas previstas tenham como efeito concreto um aumento do “poder de compra” dos munícipes e um reforço da sustentabilidade do comércio local, que “cria emprego e dá vida ao concelho”.

O Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2021 da Câmara de Almodôvar vão ser discutidos e votados na próxima reunião da Assembleia Municipal, em 28 de dezembro.