Azinheira secular de Mértola eleita árvore portuguesa de 2019

Azinheira Secular Monte do Barbeiro

Uma azinheira com 150 anos situada no concelho de Mértola, no distrito de Beja, foi eleita a árvore portuguesa de 2019 e vai representar Portugal no concurso de árvore europeia, em fevereiro.

Segundo a União da Floresta Mediterrânica, a promotora do concurso nacional, a azinheira secular, situada no Monte do Barbeiro, na freguesia de Alcaria Ruiva, obteve 3.445 votos e conquistou o primeiro lugar e o título de Árvore do Ano 2019 em Portugal.

A Câmara de Mértola, que candidatou a árvore, agradece a todos os que votaram na azinheira, que, sublinha, está inserida na Zona de Proteção Especial do Vale do Guadiana e “distingue-se de outras da sua espécie pelas suas características invulgares”.

Um perímetro à altura do peito de 3,56 metros, uma copa com 23,28 metros de diâmetro médio e uma área com cerca de 487 metros quadrados de copa são as características invulgares da azinheira, precisa o município, frisando que “a melhor forma de perceber a grandiosidade” da árvore é através da sombra que produz.