AR ouve ministro, câmara e moradores sobre troço em Évora da ferrovia Sines/Caia

 

O parlamento vai ouvir o ministro do Planeamento, Pedro Marques, a Câmara de Évora, três grupos de moradores e outras entidades públicas sobre o troço junto à cidade alentejana da nova linha ferroviária Sines/Caia.

 

As audições, num total de sete, foram aprovadas hoje, por unanimidade, pelos deputados da Comissão de Economia da Assembleia da República, após requerimentos apresentados pelos grupos parlamentares do PCP e do PSD.

 

O troço junto a Évora da futura linha férrea Sines/Caia obteve a Declaração de Impacte Ambiental (DIA), com parecer “favorável condicionado” à construção do corredor que apresenta uma distância intermédia em relação à cidade, dos três que foram estudados.

 

Emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a DIA do projeto teve decisão “favorável condicionada” no dia 27 de julho do ano passado, tendo a deliberação sido divulgada cerca de um mês depois.

 

O requerimento do PCP pediu as audições do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, Câmara de Évora (CDU), Infraestruturas de Portugal (IP) e de um grupo de moradores, enquanto o do PSD chama a APA e dois movimentos de cidadãos.