Apicultores do Algarve estão a sentir dificuldades para escoar mel

 

A produção de mel no Algarve está a deparar-se com “falta de procura” e dificuldade de escoamento, disse o presidente de uma organização de produtores da região, prevendo, no entanto, um ano globalmente “bom” no setor.

 

Manuel Francisco, presidente da Associação de Apicultores do Sotavento (Melgarbe), disse à Lusa que atualmente “os apicultores não estão a conseguir vender o mel” e o setor vive na região um “momento de apreensão e expectativa” em face da “paragem que o mercado está a ter por falta de procura”.

 

“O ano vai agora começar, espera-se que seja um bom ano e haja mel de boa qualidade. Mas estamos atualmente com dificuldade para vender o mel, porque quem compra neste momento não o está a fazer”, afirmou o dirigente associativo.

 

A mesma fonte justificou a dificuldade em escoar o produto com as regras europeias que “procuram harmonizar preços” e os “grandes intermediários e compradores que deixaram de comprar para pressionar os produtores a baixarem os preços”.