Alqueva avança com dois novos blocos de rega num investimento de 23,2M€

Dois novos blocos de rega de Alqueva, o de Évora e o de Cuba-Odivelas, já estão em construção, num investimento global que ultrapassa os 23,2 milhões de euros, revelou a empresa gestora do projeto.

“Teve início a construção de dois novos blocos de rega”, anunciou a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), em comunicado.

Os blocos de rega de Évora e de Cuba-Odivelas, no distrito de Beja, que vão beneficiar uma área total de “perto de seis mil hectares”, inserem-se no “projeto de expansão” do Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva (EFMA), no âmbito do Programa Nacional de Regadios (PNRegadios), acrescentou a EDIA.

Contactada pela agência Lusa, fonte da empresa gestora do Alqueva adiantou que a estes dois novos projetos, incluindo “as empreitadas e as respetivas fiscalizações”, corresponde um investimento global superior a 23,2 milhões de euros.

“O investimento no Bloco de Rega de Évora é na ordem dos 13,9 milhões de euros”, enquanto o de Cuba-Odivelas “ultrapassa os 9,4 milhões”, precisou a mesma fonte.

Segundo a EDIA, a área a beneficiar pelo Bloco de Rega de Évora tem cerca de três mil hectares e está localizada neste concelho, abrangendo as freguesias de Horta das Figueiras, Nossa Senhora de Machede e Torre de Coelheiros.

Quanto ao Bloco de Rega de Cuba-Odivelas, desenvolve-se entre os concelhos de Cuba, Alvito e Ferreira do Alentejo (Beja) e ocupa uma área próxima dos 2.800 hectares.