Alentejo é a região com menor obesidade infantil

A região do Alentejo apresenta a menor prevalência de obesidade infantil: 9,7% e o segundo menor resultado em termos de excesso de peso, de 23,9%.

Em ambos os casos, os números são inferiores aos resultados em termos nacionais de 12% e 29,6%, respetivamente.

A conclusão consta dos resultados preliminares da 5.ª fase do COSI Portugal, o Sistema de Vigilância Nutricional Infantil.

Entre 2008 e 2019 verificou-se uma redução de 8,3% na prevalência do excesso de peso (pré obesidade + obesidade) e de 3,3% da obesidade infantil.

“Nesta fase, a amostra proposta para o Alentejo foi de 683 crianças com idades entre os 6 e os 8 anos, oriundas de 19 escolas de 1.º ciclo do ensino básico, tendo sido avaliadas 545 (38 turmas)”.

O COSI Portugal está integrado no sistema europeu de vigilância nutricional infantil, no qual participam 43 países da Região Europeia da Organização Mundial de Saúde (OMS).